Dados sobre Educação na Espanha

Un profesor en una clase de secundaria www.publico.esEspanha investe menos do que a média da União Européia na Educação e tem uma maior taxa de evasão escolar, porém professores mais bem pagos. Esta é a conclusão de um levantamento feito pela Comissão Européia sobre a educação nos 27 países membros da União Européia, denominado Dados Relevantes da Educação na Europa.

Apenas Portugal e Malta superam a taxa de evasão escolar no Bacharelado da Espanha. Dos alunos espanhóis, de 20 a 24 anos, que começam os dois primeiros anos de ensino superior, somente 61% conclui o curso, muito distante da média da União Européia que é 78%, segundo os últimos dados disponíveis de 2007. A estatística mostra, contudo, que este abandono reduziu-se quando comparado a gerações anteriores.

O que não mudou neste período foi o investimento público em Educação, que se manteve entre 2001 e 2006 constante no nível de 4,3% do PIB, um ponto abaixo da média da EU. A taxa está longe da Dinamarca, que destina 8%, ou da Suécia, com 6,9%, e somente supera a Eslováquia, Bulgária e Luxemburgo.

Maior salário

Embora com um comprometimento menor do Estado, os professores espanhóis do ensino básico estão entre os que percebem um salário mais alto, não em termos absolutos, mas comparados à riqueza do país, cifra só superada por Portugal e Inglaterra, enquanto que em outros países do entorno, como França, o padrão é menor. O mesmo ocorre na educação secundária. Contudo, na educação superior, os salários dos espanhóis são superados pelos holandeses, alemães, dinamarqueses, austríacos e portugueses.

O indicador acaba tornando mais atrativa a profissão de mestre ou professor de nível secundário e atrai melhores cérebros para a docência, como se comentou na apresentação destes indicadores.

O estudo também assinala que os alunos espanhóis são os mais roubos sofrem e mais agressões físicas padecem, segundo suas próprias denúncias. A média da UE revela que 28,2% das crianças entre nove e 10 anos denunciam terem sido agredidos fisicamente por um companheiro. A taxa entre os alunos espanhóis dispara até 43,9%. Quanto a roubos em aula, Espanha registra 5% a mais do que a média dos 27 países, segundo os últimos dados.

Fonte: Público.es (www.publico.es)

About these ads

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: